APIs
6
min de leitura
19 de novembro de 2018

Por que ter uma plataforma de Gerenciamento de APIs no seu negócio e como escolher a melhor

Ricardo Ferrari Peloi
Sou um profissional de alto desempenho, focado em criar valor para as empresas para as quais trabalho e para meus projetos de desenvolvimento pessoal.
Mais sobre o autor
Ter uma plataforma de APIs é necessário para uma estratégia digital eficiente. Isso é possível com uma boa plataforma de Gerenciamento de API.

Plataforma de Gerenciamento de APIs? Que plataforma?

Você já deve saber que estamos vivendo na Era das APIs.

Porém, não é só abrir seus dados e correr para o abraço. Uma camada de gerenciamento, com uma plataforma dedicada, é necessário para todo negócio que quer ter uma estratégia de APIs eficiente.

Mas primeiro, vamos definir plataforma de APIs como:

Middleware que desenvolvedores usam para publicar e configurar interfaces e que aplicações acessam para se conectar a dados de serviços de que necessitam.

Veja então quatro grandes motivos para usar uma plataforma de gerenciamento para sua API:

Conectividade

Para desenvolver aplicações móveis para clientes, parceiros e funcionários, você precisa de um bom desempenho de conexão sem fio.

Ou seja, é necessário usar boas APIs RESTful, com acesso em tempo de execução e design voltado aos serviços de dados que estão sendo consumidos.

Pense nisso como uma tecnologia de conexão em nuvem que leva e traz dados, de uma forma segura que a aplicação móvel precisa.

E, à medida que as apps ficam mais e mais transacionais, fica muito crítica a necessidade de usar interfaces completas e práticas como as APIs.

Portanto, uma plataforma é essencial para garantir o mais alto nível de conectividade em seu negócio.

Suporte

A complexidade e o escopo dos serviços de dados API estão crescendo exponencialmente.

As aplicações móveis cada vez mais sofisticadas e interessantes, com mais conexões, conteúdo e colaboração, também são exibidas como barreiras a todos os pontos onde essas integrações ocorrem.

Em outras palavras, as interfaces RESTful fornecem os meios, mas ainda é necessário um sistema que suporte o grande volume.

Esse gap é ocupado pelas plataformas de gerenciamento

Flexibilidade

Hoje, estar em dia com o Android e o iOS é suficiente para a maioria das empresas.

Mas, a qualquer momento, pode ser necessário apoiar serviços em novos sistemas ou mesmo em sistemas que hoje são de curto alcance (como o Windows Phone), mas que podem surgir no futuro.

Também é interessante pensar na variedade de dispositivos inteligentes (tais como wearables) e sensores. Uma API RESTful oferece uma barreira de baixa resistência para a entrada em qualquer uma dessas mídias.

E se sua API for pública, talvez você nem precise escrever código para a nova plataforma, pois a comunidade de desenvolvedores ajuda a atender a essa necessidade.

Autonomia

A plataforma oferece a sua equipe de TI todas as ferramentas para gerenciar as transações e o acesso aos seus servidores.

Isso porque você não tem recursos infinitos para torná-los disponíveis para seus usuários, clientes e parceiros.

Se você tem um smartphone, você sabe que a tendência de verificar seu status nas redes sociais, mensagens, e-mails, notícias, etc., é muito maior do que o que era feito antes, quando tudo o que tínhamos era desktops.

Em termos de aplicações, cada um pode absorver uma grande quantidade de dados de sua API, portanto, sua alocação de recursos (rede, banco de dados, financeiros) para cada aplicação deve ser feita de forma controlada e inteligente.

Como escolher a plataforma correta de gerenciamento de APIs?

Há vários fornecedores de plataformas. Quais características devo prestar atenção para analisar uma plataforma?

Depende do que você precisa.

Escolher a tecnologia certa é um passo importante, porque provavelmente você estará usando a mesma tecnologia por um longo tempo. Portanto, considere os seguintes aspectos:

O que é mais importante para o meu negócio?

Segurança? Custo? Escalabilidade para novos mercados? Tudo isso?

Cada caso é um caso diferente, mas, definitivamente, definir suas prioridades é o primeiro passo para continuar o processo de decisão.

Sistemas legados

Como os sistemas antigos (aqueles que já estão em uso) irão interagir com a nova plataforma de gerenciamento de API?

Uma maneira muito interessante de pensar aqui é criar uma "plataforma de engajamento" para a API, adicionando a plataforma de gerenciamento, desenvolvimento de aplicativos, operações de middleware e outros sistemas relacionados.

Este será um centro de custos para sua empresa e as etapas de todo o processo devem falar fluentemente.

Estas diretrizes devem ajudá-lo a encontrar uma boa solução para suas necessidades de API.

Você gostou, mas ainda não sabe como criar seu API?

Confira nossas dicas de projeto API

Você quer saber mais? Fale com um de nossos especialistas, basta preencher o formulário abaixo e entraremos em contato em breve! ;)

Obrigado pela leitura!