APIs
9
min de leitura
29 de abril de 2021

APIs e o novo paradigma da Educação Digital

Nicholas Gimenes
Leader de Crescimento & Marketing de Produtos
Apaixonado pelo uso de tecnologia e dados para alavancar estratégias digitais
Mais sobre o autor
APIs para Educação Digital

Novo Paradigma da Educação Digital: Platform Thinking

Conforme a educação digital fica mais acessível, o crescimento na exposição de APIs tem impulsionado uma mudança para um novo paradigma, baseado em ecossistemas digitais. Além disso, as APIs também vêm desempenhando um papel decisivo na escalabilidade das EdTechs e nas novas tecnologias educacionais (Blockchain, Microcredentials, Tin Can API, IDaaS, Adaptive Learning, etc).

Essa adoção de APIs permite que as empresas de educação avancem a frente da mera digitalização de conteúdos, modernização da infraestrutura e integração dos processos, e abre o caminho para uma nova transformação digital, mais colaborativa e ampliada por exoestruturas na cloud e ecossistemas de parceiros.

APIs paraTransformação Digital na Educação

APIs: Habilitadoras das Estratégias Digitais

As APIs (Application Programming Interfaces) são conectores que, de forma padronizada e aplicando mecanismos de segurança, viabilizam integrações ágeis e escaláveis entre parceiros e tecnologias (sistemas legados, software na nuvem, bancos de dados, aplicativos, dispositivos).

A estratégia baseada em ecossistemas habilitados por APIs é similar ao modelo de marketplaces aplicado pelos grandes e-commerces. Esses ecossistemas possibilitam compor serviços, ampliar ofertas e proporcionar experiências multicanais para seus usuários.

APIs para Interoperabilidade na Educação Digital

O Papel Decisivo das APIs nas Edtechs

As APIs também têm um papel fundamental na escalabilidade das Edtechs, permitindo que usem exostruturas enxutas na cloud (sem instalações/atualizações complicadas) e, de forma ágil e dinâmica, ampliem suas ofertas ao compor serviços com parceiros e reconfigurar suas estratégias de negócio.

Essa composição de serviços pode ser entre parceiros do próprio segmento da educação, mas também incluir empresas de outros segmentos que utilizem APIs (AI+Analytics, Telecom, Pagamentos, Programas de Fidelidade, Publicidade, etc).

No caso de exposição de APIs públicas e de disponibilizá-las através de um dev portal, desenvolvedores independentes podem criar negócios em cima dos dados/serviços expostos pelas APIs, gerar novas fontes de receita e obter insights a partir de iniciativas de inovação aberta (por exemplo, hackathons).

Edtechs - Paisagem Tecnológica Educacional 2017

Experiência do Aluno adaptada e enriquecida

O uso de APIs pode também melhorar a experiência de aprendizagem, que tem ocorrido de forma cada vez mais fragmentada por diferentes canais, sistemas e formatos. Somada a padrões abertos como LTI (Learning Tools Interoperability) e Tin Can API (também conhecido como Experience API ou xAPI), a interoperabilidade facilitada pelas APIs propicia a entrega de conteúdos de diferentes fontes, canais e formatos, que sejam da maneira mais adequada para o aluno, e efetuar o tracking integrado do avanço da aprendizagem.

Os dados de tracking integrados podem ser conectados via APIs em serviços de AI+Analytics e gerar análises preditivas, sentiment analysis, reconhecimento de padrões, alimentar assistentes virtuais, recomendção de conteúdos, fornecer adaptive learning paths, dentre outros recursos — que irão personalizar, adaptar e enriquecer a experiência de aprendizagem de cada aluno.

Diferentes Abordagens para Aprendizagem

API Management como plataforma para Estratégias Digitais

O crescimento das APIs para habilitar ecossistemas digitais, aprimorar a experiência de usuários e suportar a operação de sistemas legados com novos padrões e tecnologias (Blockchain, IoT, AI+Analytics, Microcredentials, LTI, Tin Can API, etc) aumenta a necessidade de gerenciamento eficaz dessas APIs e aplicação de controles relacionados a segurança, arquitetura, documentação, engajamento.

Através de uma plataforma de gerenciamento de APIs é possível combinar funcionalidades de diferentes sistemas e disponibilizá-las como serviços, controlando permissões de acesso, gerenciando a alocação dos recursos, disparar ações coordenadas, monetizando dados, colhendo métricas e gerando insights de negócio.

Estratégias Digitais habilitadas por APIs - Sensedia

Uma plataforma completa de gerenciamento de APIs dispõe de ferramentas para apoiar o design das APIs (Mocks, Smart design, múltiplos ambientes de produção e teste) e o controle centralizado da exposição (Lifecycle, Versionamento, Analytics).

A exposição das APIs é feita com mediação da camada de gerenciamento, que aplica modernos padrões de segurança (Oauth, criptografia, threat protection, spike arrest, entre outros), de otimização da performance (Caching, Controle de quotas, Dashboards customizados, etc), de monetização e de transformação de dados (operação transparente, convertendo dados para diferentes padrões, de acordo com a interface).

Além das features para design, exposição e governança, os recursos de engajamento também são fundamentais, como o Dev Portal, para estimular o uso efetivo das APIs e colher feedbacks para melhoria contínua.

A Sensedia possui a solução de API Management líder na América Latina e é a primeira empresa brasileira no Gartner Full Lifecycle API-Management Magic Quadrant e no Forrester Wave API Management Solutions, além de possuir um time de consultoria para ajudar seus clientes nas estratégias de arquitetura, design de APIs e monetização.

Sensedia API Management Plataforma

Veja como a solução de API Management da Sensedia contribuiu na jornada de transformação digital da Estácio:

Palestra do JORGE SANTOS, Ex-CIO da Estácio: "APIs como Driver de Transformação Digital em Educação" - APIX 2016


Deseja saber mais sobre como habilitar suas Estratégias Digitais usando APIs?

Vamos bater um papo, insira seus dados abaixo e logo entraremos em contato ;)


Obrigado pela leitura!