APIs
10
min de leitura
27 de setembro de 2021

O setor público e sua latente necessidade em modernizar estruturas

Willian Pereira
Analista de conteúdo e comunicação
Jornalista e criador de conteúdo para websites, blogs, mídias sociais e outros canais digitais.
Mais sobre o autor

A cada ano que passa, mais a tecnologia evolui. Hoje, lidamos com conceitos que, há pouco tempo, quase não eram discutidos ou, se eram, pareciam ser coisa de outro mundo. O fato é que, com o avanço das integrações e com as novas tendências open, modernizar estruturas passa a ser ponto vital das instituições. Cientes da necessidade de inovar para não ficar pra trás da concorrência, as empresas que podem, fazem de tudo e mais um pouco para acompanhar toda essa transformação digital.

Com inteligência, disposição e, claro, investimento certo, é possível seguir um caminho de sucesso nesta jornada cada vez mais conectada e open.

Mas e no setor público, também funciona assim?

Apesar das mudanças de gestão, um órgão público não tem concorrência como uma empresa privada. No entanto, precisa lidar com situações como um departamento de TI muitas vezes enxuto, falta de mão de obra qualificada e a famigerada burocracia.

Muitos órgãos ainda lidam com sistemas legados, que estão ali há muito tempo e, naturalmente, já são considerados antigos. Vale destacar que, apesar da idade, não significa que essas estruturas sejam ruins, mas será que elas ainda são atualizadas o suficiente para lidar com as demandas? E quanto à comunicação com os novos sistemas? O uso das APIs seguem as boas práticas para melhor desempenho?

A grande questão é que, para modernizar é preciso mudar. Então imagine migrar dados e informações de um sistema que foi utilizado por muitos anos? Romper uma cultura institucional enraizada? Implementar um novo jeito de trabalhar? Então, é natural que haja muitas barreiras no processo de tomada de decisão. Mas, se os benefícios são maiores que as dificuldades, pode ter certeza que vale ao menos considerar uma mudança.

“A inovação no setor público funciona como uma mudança de cunho radical que se justifica por fins estratégico, estrutural, humano, tecnológico, cultural, político e de controle”. (QUEIROZ e CKAGNAZAROFF, 2010, p. 685).

Os benefícios em modernizar estruturas do setor público

De acordo com o Gartner, em relatório publicado no final do primeiro trimestre de 2021, mais de 50% das agências governamentais de todo o mundo já terão modernizado suas aplicações legadas essenciais, como infraestrutura e sistemas centrais, até 2025.

O principal estimulante para a aceleração desta inovação no setor público foi a pandemia de Covid-19, que apresentou aos líderes e tomadores de decisão “novas oportunidades de usar dados e tecnologias para construir confiança, agilidade e resiliência dentro das instituições públicas”, destacou Rick Howard, vice-presidente de pesquisa do Gartner.

Como começar a modernização das estruturas e sistemas legados?

No setor público, muitos ambientes de TI são complexos e contam com uma diversidade de sistemas e protocolos, alguns, inclusive, são híbridos, o que aumenta ainda mais essa complexidade. Para resolver essa situação, urge a necessidade de uma padronização e gestão unificada, integrando sistemas legados com as novas tecnologias, de forma segura e monitorada.

Veja também: Caso SulAmérica - Transformação Digital através de APIs

O uso de APIs para integrar sistemas e modernizar estruturas do setor público

Em um mundo que caminha a passos largos para a inovação aberta e demanda, como nunca, a integração por meio de APIs, descartar o seu uso é ir na contramão da inovação.

A integração entre sistemas legados e modernização de uma estrutura enraizada são desafios que, com as APIs, podem ser facilitados e, além disso, tornam viáveis a adoção de novas tecnologias.

A conectividade baseada em APIs pode tornar as operações conectáveis e abertas, permitindo que as equipes de toda a empresa componham, recomponham e adaptem essas APIs para atender às necessidades em constante mudança dos negócios. Além disso, proporciona segurança e padronização ao integrar os sistemas legados com os atuais.

Com as novas plataformas exige a criação de conectores para protocolos e padrões mais modernos. Muitas vezes, esses conectores acabam sendo criados de maneira ad-hoc, sem seguir uma padronização e modelo de segurança adequados, agravando a complexidade e falta de controle sobre as integrações.

Para facilitar isso, uma plataforma de gerenciar APIs é uma ótima aliada, pois possibilita conexões a diversos protocolos e formatos de dados, disponibilizando um catálogo de conectores built-in e um framework para criar conectores.

Uma vez criados dentro desse framework, eles expõem a informação em protocolo HTTP, traduzido em uma API REST, com um formato moderno e leve, que se comunica de forma segura apenas com a Sensedia API Platform.

Leia também:
Estratégia e governança API: por que considerar esta solução
Sensedia Connectors - Conecte sistemas legados a novas plataformas usando APIs e conectores

Rapidez e interoperabilidade ao automatizar processos

Transformar organizações tradicionais, como órgãos públicos, em digitais, requer muito mais do que investimento tecnológico e um forte sponsor de marketing: é imprescindível conduzir a organização a realizar um movimento partindo do tradicional modelo processual - lento e dependente de validações humanas - para o modelo transacional - mais ágil e automatizado, desobrigando validações humanas.

Abaixo alguns impactos diretos que um modelo transacional pode habilitar para uma instituição pública:

  • Aumento da agilidade no desenvolvimento de sistemas;
  • Redução da demanda para o time de TI;
  • Redução com custos operacionais;
  • Escalabilidade da plataforma;
  • Capacidade de gerar um volume transacional maior;
  • Maior capacidade de gerenciar e proteger o backend em um novo cenário de demanda elástica;
  • Maior capacidade de integração do legado;
  • Mais interfaces com fornecedores;
  • Maior foco na segurança e governança.

Tudo isso acaba por acelerar e aumentar a produtividade, proporcionando um ambiente com menor propensão a incidentes, além de reduzir significativamente os custos para a administração pública.

A Sensedia conta com diversos materiais gratuitos sobre modernização de legados e estruturas, estratégias digitais com APIs e microsserviços, e muitos outros assuntos relacionados à inovação em diferentes setores de negócios, inclusive o público.


Sinta-se à vontade para navegar em nosso website ou, se você estiver procurando por uma assistência mais assertiva e personalizada, clique aqui para contatar um de nossos especialistas.

Obrigado pela leitura!