E-Commerce
9
min de leitura
3 de dezembro de 2019

API para Marketplace: Netshoes

Luciana Bandeira
Developer Experience
Ajudo desenvolvedores no onboarding e nas melhores práticas de APIs para garantir a melhor Developer Experience. No meu tempo livre me dedico a livros, pesquisar (e degustar) sobremesas e sou apaixonada por viajar.
Mais sobre o autor

Estratégias de API para Marketplace trazem mais capilaridade pro negócio, ampliando portfólio de produtos e aumentando a abrangência de distribuição. Tudo isso reduzindo custos e desobrigando o provedor do marketplace de rotinas custosas e que demandam tempo.

  • As lojas externas conectam-se ao seu negócio e começam a vender produtos através de seu site;
  • Experiência de compra centralizada e única do cliente
  • Custo do frete controlado pelo lojista externo;
  • Seu perfil de atendimento intermediando as vendas e dúvidas de produtos de lojistas externos

Hoje, as estratégias de API para marketplace já são bem estabelecidas no Brasil para produtos de varejo. Porém ainda há bastante espaço para agregar serviços para diversos setores, sobretudo quando falamos para serviços.

Disponibilizando APIs em seus sistemas voltados para o mercado de marketplace, você torna seus serviços mais ágeis, otimizando o uso e possuindo também um maior controle.

Você pode pensar que para usar essas integrações via API dentro de seu e-commerce, é necessário ter HUBs e Plataformas Parceiras onde eles seguirão suas regras de uso para garantir o sucesso da disponibilidade do produto e a manutenção das vendas.

Neste processo, podemos considerar que é importante ter dois cenários: Ambiente de Teste e Ambiente de Produção.

No ambiente de teste você pode garantir que os desenvolvedores, HUBs e Plataformas que utilizarão a API possam simular e entender todos os processos internos.

Assumindo que um HUB/plataforma queira realizar um desenvolvimento de integração para conectar os varejistas ao seu mercado, ele passará por este fluxo.

Com isso, eles poderão compreender os processos de registro de novos produtos e também sua respectiva manutenção, consulta e fluxo de pedidos.

Quanto ao uso do ambiente de produção, entendemos que, ao passar pelo fluxo de teste, eles são capazes e com pleno conhecimento de seus processos internos.

Com isso, haverá uma melhoria no uso de suas APIs, realizando assim uma otimização também nas mudanças necessárias.

Quando um lojista deseja registrar um novo produto, as seguintes validações podem estar disponíveis via API:

  • possuir obrigatoriedade de campos de preenchimento, caso contrário, o mesmo não prossegue na disponibilidade do site;
  • com isso, o seu backend juntamente com a API pode realizar a validação deste produto sistemicamente e assim identificar se o mesmo encontra-se apto para prosseguir no processo de catalogação e aprovação;
  • incluir fluxos na aceitação de um cadastramento, como possuir uma quantidade mínima de estoque.

Ainda a respeito da API marketplaces, podemos usar a história de sucesso de nosso parceiro Netshoes como um exemplo.

A Netshoes possui um Portal totalmente focado nos desenvolvedores que desejam fazer as integrações com as APIs e também a disponibilidade de documentação e processos internos para utilizá-lo. Com isto, pretende facilitar a exibição dos produtos dos varejistas nos portais de vendas Netshoes e Zattini, mostrando toda a estrutura de exposição destes produtos e a gestão de pedidos que os portais podem oferecer, controlando assim de forma rápida todos os fluxos comerciais relevantes.

A integração é feita de maneira simples e segue padrões de mercado bem conhecidos para realizar a integração de sua plataforma de gestão.

Através da API é possível registrar produtos, gerenciar estoques e preços e ter controle de seus pedidos através de status até que sejam entregues ao cliente.

Por falar em números, podemos olhar para os seguintes benefícios e avanços:

  • 92% das lojas são integradas para utilizar APIs;
  • 94% das receitas são provenientes dessas lojas integradas;
  • Hubs e plataformas parceiras, trazendo-nos feedback e sugestões de melhorias que visam uma evolução contínua;
  • Mais de 50 integrações de parceiros;
  • Canal exclusivo para responder perguntas e problemas, diretamente através do Portal do Desenvolvedor (afinal, um suporte focado em seu negócio e experiência no uso das APIs ajudará a tornar os processos mais claros e bem-sucedidos, como indicado em nosso post)

Outro ponto importante em que as APIs conseguem auxiliar é conseguir delimitar a quantidade de requisições que o seu backend/serviço poderá receber por minuto, fazendo com que assim haja um ambiente controlado e evitando consequentemente uma sobrecarga de informações inesperadas nestes serviços.

As políticas de acesso garantem que a API não sofra com excesso de chamadas em um determinado limite de tempo, causando instabilidade nos provedores do serviço.

Assim, a utilização de APIs no mercado traz como benefícios: inovação, controle e segurança. Isto permite estratégias de marketplace à medida que as formas de conexão se tornam descomplicadas. Veja mais sobre Marketplaces

Obrigado pela leitura!